quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

As controvérsias da vida.

Encontrei voce por acaso, mas nesse momento descobri que estavas precisando de mim, então pensei de que forma eu poderia te ajudar, de repente me ocorreu uma idéia, não entendo de musica, pois a música levanta o astral da pessoa.Talvez cantando você se sentisse mais aliviado. Não tenho o dom da palavra para te dar bons conselhos, pois o ouvir faz bem ao espírito e alivia as stensões. Talvez falando de coisas que você quer ouvir melhorasse sua sua situação insigne. Não tenho dinhero para ajudar a quitar tuas pendências, reformar o velho apartamento e dar uma melhorada no guarda-roupas. Talvez com sua necessidade fossse satisfeita e essa situação de carencia e de baixa estima pudesse ser extirpada de sua vida. Não tenho bons amigos que possa te indicar, pois dizem que mais valhe amigo na praça do dinheiro na caixa, um bom amigo as vezes valhe mais do que um irmão .Foi aí que eu parei e lembreime de um velho que me disse certa vez: Ainda que eu falasse a lingua dos anjos e dos homens e não tivesse amor, de nada me adiantaria. Ainda que eu desse meu corpo pra ser queimado e não tivesse amor, de nada adiantaria, Ainda que eu desse todos os meus bens e repartisse pelos pobres e não teivesse amor, de nada adiantaria. Porque disse ele: o amor não se ensoberbesse, não age levianamente, não se ufana, não arde em ciúmes, não trata com indiferednça, O amor tudo crê, tudo suporta, O amor não faz mau ao próximo. Foi aí que eu resolvi te dar todo o meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário